Notícias

FACCAT participa do Segundo Ciclo de Leituras em São Paulo 21/12/2016

As Faculdades FACCAT participaram do encerramento do segundo ciclo de leituras, que ocorreu no dia 17 deste mês, na Faculdade Sumaré, em São Paulo. A iniciativa reuniu todas as instituições de ensino superior que fazem parte do Clube de Leitura, mantido em parceria com a Editora Companhia das Letras.

Em 2015, a Companhia das Letras criou a Liga das Universidades Leitoras, um grupo de cinco faculdades – Faculdades Campos Salles, Faculdade de Ciências Contábeis e de Administração de Empresas de Tupã (FACCAT), Instituto Singularidades, Faculdades Sumaré e Universidade Cruzeiro do Sul (UnicSul) – que montou, cada qual no seu campus, um Clube de Leitura constituído por alunos dos cursos de Pedagogia de cada uma destas instituições. A ideia é formar futuros professores em leitores proficientes. Os clubes foram implementados por Claudia Aratangy.

O encerramento do segundo ciclo de leituras teve a participação, via Skype, do escritor angolano Ondjaki – um dos autores dos livros lidos durante esse ano. Entre seus livros mais conhecidos estão o romance Bom Dia Camaradas, de 2001; a novela O Assobiador, de 2002; o livro de poesia Há Prendisajens com o Xão, de 2002; o infantil Ynari: A Menina das Cinco Tranças, de 2004; e o mais recente volume poético Materiais para confecção de um espanador de tristezas, de 2009.

Na FACCAT, o Clube de Leitura é coordenado pela professora doutora Luciana Ferreira Leal, coordenadora do curso de Pedagogia e do curso de Letras Libras. Os objetivos do Clube de Leitura são: promover a democratização do acesso à leitura e à experiência da leitura; contribuir para a formação de um público leitor, crítico e criativo; incentivar o debate, interação e a socialização do conhecimento entre os participantes; e criar espaços de compartilhamento e troca de conhecimentos e interpretações.

Além da professora Luciana, outros nove integrantes do Clube de Leitura participaram do encontro da Liga das Universidades Leitoras. “Para nós alunos das Faculdades FACCAT participar do clube de leitura é um imenso prazer. Aguardamos com ansiedade a chegada de cada livro como se fosse um tesouro a ser descoberto, viajamos a cada página que lemos. Após a cada leitura sabemos que carregamos dentro de nossas mentes experiências enriquecedoras que só tem a contribuir com  a nossa formação pessoal e acadêmica”, destacou a aluna Marli Barros da Silva.

A sociedade da neve

No último encontro promovido pelo Clube de Leitura nas Faculdades FACCAT, os participantes discutiram o livro “A Sociedade da Neve”, do escritor Pablo Vierci, sobre os sobreviventes do acidente de avião de 1972 que ficaram isolados nos Andes por mais de dois meses, sem comida ou roupas apropriadas para o frio de até trinta graus negativos. Das 45 pessoas a bordo - a maioria fazia parte de um time de rúgbi amador -, 29 sobrevivem ao impacto, mas apenas dezesseis serão resgatadas, depois de improváveis 72 dias.

“O livro A Sociedade da Neve traz em suas, quase quatrocentas páginas, muito mais do que um relato de uma tragédia. A obra traz as reflexões profundas feitas pelos sobreviventes e os vários ângulos da história transportam o leitor para aquela realidade, mas não o impede de sentir suas próprias emoções e chorar por si mesmo”, disse a aluna da pós-graduação de Literatura e Ensino, Joice Naiara Camargo de Abreu.

“A primeira visão que tive é que seria uma história triste, uma tragédia, muita dor e eu não gosto de livros assim, porém a cada página, eu sentia a minha dor, o meu sofrimento e as minhas angústias. Esse livro sim fala de uma tragédia, mas, além disso, ela nos ensinar a viver, que o ser humano é capaz de se adaptar a qualquer ambiente, e que mais uma vez nada na vida acontece por acaso”, observou a aluna de Pedagogia, Daniele Santos.