Notícias

Professora das Faculdades FACCAT publica artigo na revista Sociologia 27/07/2017

Publicação traz uma análise do novo paradigma da violência e as transformações no capitalismo


A professora doutora das Faculdades FACCAT, Ana Paula Silva, publicou um artigo na revista Sociologia, volume 70, da Editora Escala. A publicação, que pode ser comprada nas bancas ou na internet, tem abrangência nacional e visa aproximar as pesquisas na área acadêmica do público em geral, especialmente de professores e alunos do ensino médio.

Com o título “O Novo paradigma da violência e as transformações no capitalismo - rampage shootings, terrorismo e outras manifestações sob análise sociológica”, o artigo aborda uma parte da pesquisa de doutorado, que teve como premissa a ideia de que a violência é um problema da política, entendendo esta última como “agir em concerto”.

Segundo a professora Ana Paula, as dificuldades de agir politicamente no mundo contemporâneo, abordadas por vários autores, como, por exemplo, Zygmunt Bauman, acabam gerando novas formas de violência. De maneira resumida, é possível dizer que o mundo contemporâneo é cada vez mais complexo, empurrando as pessoas a conviverem com uma diversidade de novas relações, costumes e desafios aos quais muitas vezes não estão preparadas para assimilar. “Este mundo complexo demanda cada vez mais uma postura cidadã e cosmopolita, mas ao invés disto, estamos vendo brotar novas formas de intolerância, que geram as formas de violência abordadas em minha pesquisa de doutorado e que estão descritas, de forma resumida, neste artigo”, explicou.

 No artigo, a professora Ana Paula faz uma referência ao professor da EHESS-École des hautes études en sciences sociales, em Paris, Michel Wieviorka, que afirma que há hoje um “novo paradigma da violência”, o que significa que devemos olhar com mais cuidado para as mudanças nos processos de socialização, que podem estar gerando novos fenômenos na violência. “O que afirmo que há de novo nestes fenômenos é o caráter difuso, ou seja, não há um único discurso que motiva estes ataques. Eles podem tanto ser provocados por dificuldades de lidar com desentendimentos cotidianos, bullying, estilos de vida diferentes, ou mesmo serem motivados por preconceitos de raça, religião, entre outros. Neste sentido, o fenômeno que estudei no doutorado, e que está bem resumido neste artigo, inclui tanto violências de ódio, como violência banal e até mesmo os rampage shootings”, destacou.

 

Ensino Superior

 

Docente dos cursos de Ciências Contábeis, Administração e Arquitetura e Urbanismo, professora Ana Paula possui graduação em Ciências Sociais pela UNESP - Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, onde também obteve o título de mestre e doutora em Sociologia.

No mestrado, a professora Ana Paula desenvolveu uma pesquisa sobre o processo socializador contemporâneo, através do estudo da recepção da mídia, televisão e internet, e da assimilação da escola como produtor de cultura entre jovens estudantes do ensino médio. Ao longo de um ano foi realizada uma intensa pesquisa de campo, cujo desenvolvimento se deu por meio de observação participante em aulas do ensino médio, aplicação de surveys e entrevistas com diversos jovens, professores e diretores de escolas, realizada em quatro escolas, públicas e privadas, em Araraquara. A pesquisa teve como resultado o livro Escola, televisão e internet no processo socializador contemporâneo: A juventude no contexto de modernidade periférica radicalizada, publicado em 2015.

No doutorado, a professora Ana Paula fez um estudo comparando Brasil e Estados Unidos sobre as transformações da violência a partir da década de 1990, tendo como plano de fundo as mudanças no capitalismo flexível e na irrupção de uma crise da política. No intuito de desenvolver mais profundamente o estudo sobre os Estados Unidos, foi pesquisadora visitante na USC-University of Southern California, em Los Angeles, Estados Unidos. Atualmente é pesquisadora do Laboratório de Política e Governo da Unesp, realizando pesquisas acadêmicas, consultoria e cursos de extensão.